Guedes escolhe nome ligado a bancos estrangeiros para dirigir Banco do Brasil; André Brandão é ex-HSBC e City

Banco do Brasil informou há pouco, em fato relevante ao mercado financeiro, que André Guilherme Brandão será o presidente da instituição. Ele vai substituir Rubem Novaes, que pediu demissão após permanecer por 18 meses no cargo. André é ex-presidente do HSBC no Brasil. André foi chefe do HSBC Global Market para as Américas em Nova York. Ele já passou pelo Citibank também.

O NOME DE BRANDÃO JÁ VINHA SENDO CONSIDERADO AO CARGO. O ITAÚ BBA, NO INÍCIO DO MÊS, DISSE QUE VIA COMO POSITIVA A ENTÃO POSSÍVEL INDICAÇÃO DE BRANDÃO PARA ASSUMIR À PRESIDÊNCIA DO BB. EM SEU RELATÓRIO, O ITAÚ AFIRMOU QUE BRANDÃO IRÁ CONTRIBUIR PARA “VENDA DE ATIVOS NÃO ESSENCIAIS E A PREPARAÇÃO DO BANCO PARA AS PRÓXIMAS ETAPAS”.

Veja a íntegra do comunicado do  Banco do Brasil

Em conformidade com o § 4º do art. 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e
com a Instrução CVM nº 358, de 03 de janeiro de 2002, o Banco do Brasil (BB) comunica que,
após comunicação formal, via Ofício do Ministério da Economia, desta data, iniciou-se no
âmbito do BB os procedimentos de governança necessários à confirmação da elegibilidade do
Sr. André Guilherme Brandão para assumir o cargo de presidente da Companhia.
2. Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado.
Brasília (DF), 14 de agosto de 2020.

Carlos Hamilton Vasconcelos de Araújo
Vice-Presidente Gestão Financeira e Relações com Investidores