Esse é Mourão: “No final, regime militar matou poucas pessoas”, diz ele ao Le Monde

BR: Com circulação mundial, o jornal francês Le Monde traz nesta quinta-feira 25 uma entrevista que quase página inteira com o vice-presidente Hamilton Mourão. Ele ameniza a rixa com os filhos do presidente Jair Bolsonaro, apesar de a correspondente Claire Gattinois apontar que, entre auxiliares do general, a origem da briga estão em “problemas psiquiátricos” de Carlos Bolsonaro.

“Ele nunca sentou para conversar comigo”, disse o vice, classificando as provocações lançadas por Carlos e seu irmão Eduardo, com a complacência do presidente Jair Bolsonaro, como uma questão.

Chamou atenção mesmo a avaliação do general da reserva sobre as mortes praticadas pelo regime militar contra opositores, um total de 434 assassinatos, segundo relatório da Comissão da Verdade.

“No final, o regime militar matou muito poucas pessoas”, cravou Mourão.

Nesse ponto, certamente ele e Carlos Bolsonaro têm a mesma avaliação.