DF - CNI/ENCONTRO NACIONAL/BRASÕLIA - POLÕTICA - Jair Bolsonaro, prÈ-candidato do PSL ¿ PresidÍncia, participa do evento "Di·logo da Ind¿stria com os candidatos ¿ PresidÍncia da Rep¿blica", promovido pela ConfederaÁ¿o Nacional da Ind¿stria (CNI), nesta quarta- feira, 04, em BrasÌlia. Durante o encontro, a entidade apresentar· aos presidenci·veis propostas do setor para as eleiÁ¿es deste ano e os candidatos ter¿o a oportunidade de debater as sugest¿es e falar de medidas que adotariam em seus governos para aumentar a produtividade das empresas e estimular o crescimento da economia. 04/07/2018 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD¿O CONTE¿DO

Bolsonaro tira foco da Previdência, mira inimigo predileto e vai ao Twitter dizer que esquerda deixou “massa hipnotizada comendo migalhas”

BR: Houve dois momentos, nos últimos dias, em que o presidente Jair Bolsonaro pareceu ter decidido fazer foco, em definitivo, sobre a reforma da Previdência. Na sexta-feira 8, ele tuitou sobre a importância do tema e, no domingo 10, em encontro fora da agenda, acertou pessoalmente os ponteiros com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de modo a atender o apetite por cargos dos políticos e, assim, garantir um desfecho favorável para a tramitação da PEC. Mas nesta segunda-feira 11, logo pela manhã e sem dúvida assessorado pelo filho Carlos, o Zero Dois, o presidente voltou a usar energias para, em lugar de ajudar a construir um bloco para o tema mais crucial de sua gestão, atacar seu adversário predileto: a esquerda. Em tom da campanha, Bolsonaro fez votos para que “impeçamos para sempre que o mal que esteve tão perto de destruir nosso país volte com força”.

Acompanhe: