“Ele merece”, disse Trump sobre gritos de enforcamento para vice Mike Pence; relato de ex-assessora assombra Congresso dos EUA: “Estava enojada”; assista

Quando o ex-presidente dos EUA Donald Trump ouviu seus apoiadores gritando “enforque Mike Pence” durante o motim de 6 de janeiro de 2021 no Capitólio, assessores da Casa Branca afirmaram que ele disse que o então vice-presidente “merece” isso.

A ex-assessora da Casa Branca Cassidy Hutchinson testemunhou na terça-feira (28) sobre a declaração de Trump. Ela contou tudo o que viu e ouviu durante as semanas que precederam o ataque.

Os comentários de cair o queixo ocorreram durante a sexta audiência pública do comitê que investiga a invasão ao Capitólio dos EUA por uma violenta multidão pró-Trump.

Ex-assessora principal do então chefe de gabinete Mark Meadows, Hutchinson relatou sua experiência ao testemunhar Meadows e outro alto funcionário, o conselheiro da Casa Branca Pat Cipollone, discutindo a reação de Trump à medida que o tumulto se desenrolava.

Na Casa Branca, Cipollone disse a Meadows: “Os manifestantes chegaram à capital, Mark. Precisamos descer e falar com o presidente agora”, testemunhou Hutchinson. Segundo a ex-assessora, Meadows respondeu: “Ele não quer fazer nada, Pat”.

Ela contou que ouviu os dois discutindo com Trump a possibilidade de enforcamento de Mike Pence. Mark Meadows teria lhe dito, após a conversa, que o ex-presidente americano “acha que Mike merece, ele não acha que eles [seus apoiadores] estão fazendo nada de errado”.