Doria reconhece erro, recua de fechamento quase total da economia de SP e anuncia flexibilização

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, nesta 4ª feira (3.fev.2021), a redução das restrições a atividades econômicas não essenciais no Estado para conter a pandemia da covid-19.

A decisão suspende o fechamento de atividades econômicas aos finais de semana, anunciada na 6ª feira passada (29.jan). A medida foi divulgada em entrevista no Palácio dos Bandeirantes.

De acordo com o governador, a suspensão foi orientada pelos médicos e infectologistas do Centro de Contingência para o combate à covid-19 em São Paulo. Ele afirmou que houve redução de 11% no número de internações no Estado.

Receba a newsletter do Poder360todos os dias no seu e-mail

“Nós tivemos, felizmente, uma queda no número de internações em todo o Estado de São Paulo nos leitos primários e de UTI. Isso é o que nos permite suspender a decisão de fechamento de atividades econômicas já nesse final de semana”, declarou.

Com a decisão, restaurantes, bares e comércios estão liberados para funcionar a partir de sábado (7.fev). O tucano alertou, no entanto, que a flexibilização não exime os cidadãos de medidas de prevenção à covid-19.

“Isso não deve compreender falta de cuidado e atenção. É preciso que as pessoas estejam protegidas. A obrigatoriedade de máscara, o fornecimento de álcool em gel e o distanciamento físico são algumas das medidas que continuarão sendo obrigatórias”, disse.

O governador afirmou que, até a próxima 6ª (5.fev), vai divulgar com detalhes um pacote de apoio emergencial de crédito e outras medidas de apoio a empresas dos setores de turismo e gastronomia no Estado.

CORONAVAC A CAMINHO

Doria afirmou que os insumos para fabricação de 8,6 milhões de doses da CoronaVac devem chegar na noite desta 4ª (3.fev) no aeroporto de Viracopos, em Campinas. Ele exibiu um vídeo do piloto do avião falando sobre a importância de transporte dos produtos.

O tucano ainda aproveitou para anunciar o recebimento de R$ 162 milhões em doações feitas por 32 empresas para construção de um 2º pavilhão da fábrica do Instituto Butantan para produção de vacinas contra a covid-19. Eis as empresas doadoras:© Fornecido por Poder360

VACINAÇÃO NA CAPITAL

O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, também esteve no Palácio dos Bandeirantes. Ele anunciou a estratégia da prefeitura para vacinação de idosos na capital.

Segundo Aparecido, serão utilizados 5 pontos de drive-thru para a aplicação de vacinas em idosos. São eles: Praça Charles Muller (Estádio do Pacaembu), Neo Química Arena (estádio do Corinthians, em Itaquera), Autódromo de Interlagos, Anhembi e Igreja Boas Novas (Vila Prudente).

Idosos com 90 anos ou mais serão vacinados a partir da próxima 2ª feira (8.fev). O ciclo de vacinação na população com mais de 85 anos se inicia na semana seguinte, em 15 de fevereiro. A estratégia e o cronograma estaduais não foram detalhados.