O ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Câmara dos Deputados para detalhar como será feito o bloqueio de verbas de universidades públicas e institutos federais. O ministro foi convocado para falar sobre bloqueio de recursos.

“Dois mais dois é quatro! Dois mais dois é quatro!”, repete o erro ministro da Educação

BR: O ministro da Educação, Abraham Weintraub, errou feio na concordância ao repetir a expressão “dois mais dois é quatro, dois mais dois é quatro”, quando o correto gramaticalmente é ‘dois mais dois são quatro’.

Acompanhe ao vivo:

A gafe poderia passar batido, mas vinda de um ministro da Educação é histórica.