Deu a louca no guru – parte 2: “Generais são trapaceiros e covardes”; Brasil é “puteiro”, diz Olavo de Carvalho

BR: O polemista Olavo de Carvalho está cada vez mais irritado. Em sua conta no Twitter, ontem, ele fez novos disparos após ver protegidos serem retirados de cargos no segundo escalão do Ministério da Educação. Ele atribui a “generais trapaceiros e covardes” a pressão sobre o ministro Ricardo Vélez para fazer as mudanças, mas não deu nenhum nome em particular.

Irritado, Olavo escreveu:

“Sempre pensei que, se o meu trabalho viesse a ter efeitos políticos, eles seriam de longuíssimo prazo e totalmente incontroláveis, que portanto pensar muito neles seria pura punheta. Dediquei minha vida a curar a alma do Brasil, não a aprimorar a administração do puteiro”, tuitou Olavo, que abriu guerra contra o núcleo militar do governo, que provocou racha no governo está sendo travada nas redes sociais.

E não ficou por isso. Olavo disse ainda que “oficiais militares induzem o ministro Velez a tomar atitudes erradas e depois lançam a culpa nos meus alunos”. “São trapaceiros e covardes”, escreveu.

Ele afirmou ainda desmentiu a informação da demissão. Disse que “nenhum olavette foi demitido do Ministério da Educação. Foram apenas transferidos para cargos politicamente inócuos”. Segundo Olavo, “melhor maneira de não entender nada do meu trabalho é tentar enxergar nele um objetivo político”. “Cargos públicos são pedaços daquele bolo do vídeo. Tem gente que mata a mãe por um deles”, acrescentou.