Delegado Da Cunha, amigo de Eduardo Bolsonaro, pode pegar 12 anos de cadeia por ter armado flagrante de prisão; cena para ser herói de redes sociais

O delegado da Polícia Civil de São Paulo e celebridade na internet, Carlos Alberto da Cunha, de 43 anos, conhecido como delegado Da Cunha, foi indiciado sob a suspeita de peculato e pode pegar até 12 anos de prisão. Amigo do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Da Cunha diz que a acusação é “infundada e sem cabimento”.

O policial já está afastado das suas funções.