Defenestrado; por ofensas a ACM Neto, Maia é expulso do DEM; unanimidade de votos na Executiva do partido

Ex-presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia foi expulso do Democratas nesta segunda-feira (14/6) por unanimidade. Os integrantes da Executiva Nacional da legenda consideraram que o parlamentar cometeu infração disciplinar grave ao ofender Antônio Carlos Magalhães Neto, presidente nacional do partido. 

Segundo um relatório elaborado pela deputada Professora Dorinha (GO), Maia chamou ACM Neto de “oportunista” e “malandro baiano” numa rede social, ao rebater críticas feitas ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O desentendimento com ACM Neto vem desde a campanha para a presidência da Câmara. Maia apoiou Baleia Rossi (MDB-SP), quando a própria legenda apoiou Arthur Lira (PP-AL), que saiu vitorioso na disputa.
No período, Maia já havia anunciado a intenção de pedir a desfiliação da sigla. A tendência é que ele se filie ao PSD. Rodrigo Maia estava no DEM desde 2007 e cumpre o sexto mandato como deputado federal. Comandou a Câmara entre julho de 2016, quando sucedeu Eduardo Cunha (MDB-RJ), e fevereiro de 2021, quando foi sucedido por Arthur Lira (PP-AL).
Com a expulsão, o DEM não pode requerer o mandato, de acordo com a regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O parlamentar seguirá no cargo normalmente.Continue sempre bem informadoASSINE O ESTADO DE MINAS

Nota oficial do Democratas

Em reunião realizada nesta segunda-feira (14), a Executiva Nacional do Democratas decidiu expulsar o deputado Rodrigo Maia (RJ) de seu quadro de filiados.Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha.A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado.Executiva Nacional do Democratas