Decisão amarga; banimento de Trump faz Twitter perder US$ 5 bilhões em valor de mercado; investidores consideram que conservadores podem perder mais espaço

O banimento do presidente norte-americano Donald Trump do Twitter fez as ações da empresa despencarem 12% nesta segunda-feira (11). A redução nos preços das ações representou uma perda de US$ 5 bilhões para a companhia.

De acordo o Business Insider, o que pode ter levado à queda nas ações do Twitter é que os investidores temem que a proibição de Trump corra o interesse na plataforma e leve a boicotes entre aqueles que veem a decisão como politicamente motivada e uma forma de silenciar uma grande voz conservadora.

A conta do presidente norte-americano contava com 88 milhões de seguidores. Na sexta-feira (8), o Twitter decidiu suspender permanentemente a conta de Trump, citando o risco de mais violência, após o ataque ao Capitólio dos Estados Unidos por seus partidários.

“Após uma análise detalhada dos tuítes recentes da conta @realDonaldTrump, suspendemos permanentemente a mesma devido ao risco de mais incitação à violência”, declarou o Twitter.

A proibição ocorreu logo depois da suspensão do Trump pelo Facebook pelo menos pelo resto de sua presidência. Na quinta-feira (7), o CEO Mark Zuckerberg disse que Trump parecia ter a intenção de usar sua conta para minar uma transição pacífica de poder e arriscava provocar mais violência.