Danuza Leão, 88; musa de classe e estilo

Danuza Leão morreu nesta quarta-feira (22), no Rio de Janeiro, aos 88 anos. A ex-modelo, jornalista e escritora era uma das personalidades mais importantes da cultura carioca do século XX.

Ela sofria de enfisema e faleceu de insuficiência respiratória. O corpo será cremado no Cemitério do Caju. Familiares ainda não confirmaram a data e o horário.

Danuza fez muito sucesso no mundo da moda, sendo uma cronista muito respeitada pelos profissionais e jornalistas.

https://3df293e844ef401ae6c77175ec065d38.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Ela lançou livros de sucesso, como “Na sala com Danuza” e “Quase tudo”, autoniografia que conta detalhes da sua vida intensa. Leão se casou com Samuel Wainer, Antônio Maria e Renato Machado.

Ela nasceu em Itaguaçu, interior do Espírito Santo, em 1933, e se mudou para o Rio de Janeiro aos 10 anos. Irmã da cantora Nara Leão, Danuza viu de perto o surgimento e consolidação da bossa nova.