Como é mesmo, general?

O ex-governador Sérgio Cabral promete colocar o empresário Carlos Arthur Nuzman no meio da roda dos investigados por compra de votos para que o Rio sediasse a Olimpíada de 2017.

Se isso acontecer, o general Augusto Heleno, ministro do governo Jair Bolsonaro, poderá ser chamado para depor.

O general foi o principal assessor de Nuzman durante os jogos.

Justo ele que ontem estava enraivecido em cima de um caminhão no ato em apoio a Sérgio Moro bradando contra tudo e contra todos, pela ética e contra a corrupção.