Com US$ 2 trilhões para salvar economia dos EUA, Wall Street tem maior alta em 87 anos: 11,37%; Bovespa sobe 9,69%; gangorra dos mercados

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em forte alta nesta terça-feira, diante da expectativa dos investidores com a aprovação de um megapacote de socorro do governo do presidente Donald Trum à economia americana. O Ibovespa, principal índice da B3, encerrou os negócios com valorização de 9,69%, aos 69.729 pontos. Em Wall Street, as altas foram as maiores em 87 anos.

Após alguns dias de impasse nas negociações, democratas e republicanos chegaram a um acordo e o pacote, que supera US$ 2 trilhões em ajuda a empresas e trabalhadores, deve ser aprovado nesta terça-feira.

O Dow Jones fechou com valorização de 11,37%, o que representa o maior avanço para o índice desde 1933, de acordo com a Bloomberg. S&P e Nasdaq subiram, respectivamente, 9,38% e 8,12%. A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, afirmou, em entrevista à rede CNBC, que há um “otimismo real” sobre o pacote de estímulo e que é possível “ter algo aprovado nas próximas horas”.

— A alta dos índices está relacionada à expectativa de que democratas e republicanos entrem em acordo para aprovar o pacote de estímulo avaliado em US$ 2 trilhões, um volume inédito de recursos a serem injetados na economia. Esse montante supera o movimento feito pelo Fed (Banco Central dos EUA) na crise hipotecária de 2008 — dsse Sean Butler, presidente-executivo da Golf Invest.