Coisa de brincadeira; governo brasileiro admite não ter estudos sobre impacto da 2ª onda de Covid-19 no país

O Ministério da Economia e o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 afirmaram não ter estudos sobre os impactos da segunda onda de Covid para o Brasil.

Por meio da Lei de Acesso à Informação, a pasta de Paulo Guedes disse que o tema não está inserido no escopo do ministério.

Já o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, coordenado pela Casa Civil, afirma que “não tem a competência de produzir esse tipo de estudo”.