Cidade do Rio de Janeiro dominada em 57,5% por milícias, aponta pesquisa da UFF; 41 entre 161 bairros

Estudo inédito produzido por uma rede de pesquisadores aponta que, em 2019, milícias controlavam 57,5% da superfície territorial da cidade do Rio de Janeiro. A área corresponde a 41 de 161 bairros da capital fluminense e conta com mais de 2 milhões de moradores.

O relatório demonstra que os grupos milicianos já ultrapassam em controle territorial as facções CV (Comando Vermelho), ADA (Amigos dos Amigos) e TCP (Terceiro Comando Puro).

A pesquisa foi feita pelo Grupo Estudos dos Novos Ilegalismos da UFF (Universidade Federal Fluminense), o aplicativo Fogo Cruzado, o NEV-USP (Núcleo de Estudos da Violência da USP, a plataforma Pista News e o Disque-Denúncia.

Para chegar aos resultados, os pesquisadores analisaram total de 37.883 denúncias que mencionam a ação de milícias ou facções do tráfico de drogas, recebidas pelo Disque-Denúncia em 2019.

A pesquisa aponta que o Comando Vermelho, maior facção criminosa do Rio de Janeiro, tem sob seu controle 39 bairros, o que representa 11% da extensão territorial da cidade. A área tem 1,2 milhão de moradores.

A área em disputa é de 25% do território, englobando 52 bairros e 2,6 milhões de moradores.

Considerando a região metropolitana do Rio de Janeiro, as milícias dominam território de 199 bairros, que somam 3,6 milhões de habitantes. O CV, por sua vez, controla região com 2,9 milhões de moradores, em 216 bairros.