Carluxo ataca comunicação, mas se esborracha no latim e leva lição de Dorrit Harazim: “Está mais para linguagem de Mussum”

BR: O vereador Carlos Bolsonaro levou uma lição, sem querer, da jornalista Dorrit Harazim, colunista do jornal O Globo. Para atacar, mais uma vez, a qualidade da comunicação do governo federal, Carluxo, como também é conhecido o filho 02 do presidente Jair Bolsonaro, usou a expressão ‘modus operandis’ para dizer algo como “modelo” ou “padrão” do setor de comunicação da Presidência: “Não critico homens mas modus operandis, me colocando sempre em situações difíceis”.

A jornalista reagiu ensinando a Carluxo o que seria certo ele usar na frase acima:

” ‘Modus operandis’ não é latim, vereador. Está mais para linguagem Mussum. O plural da expressão seria ‘modi operandi’ “, apontou Dorrit.

Guarde isso, vereador!