Cantanhêde e o perguntar não ofende: “Será que Moro começa a se arrepender de ter trocado a magistratura por essa confusão?”

BR: Uma das colunistas mais influentes do País, a jornalista Eliane Cantanhêde, da GloboNews, disparou neste domingo 3, via Twitter, a chamada pergunta que não ofende, mas que também não quer calar. O sujeito da questão é o ex-juiz Sergio Moro, que sofreu uma ‘enquadrada’ do presidente Jair Bolsonaro, de quem ele mesmo afirmou que havia recebido carta branca para seu trabalho no Ministério da Justiça. Não é bem assim, o próprio Moro descobriu.

Na semana passada, o ex-juiz não sustentou a indicação que havia feito de Ilona Szabó, especialista em assuntos de segurança, para o Conselho Nacional de Segurança. Contrária à liberação de armas para a população, como prega Bolsonaro, Ilona serviu de pivô para ataques a Moro pelas redes sociais bolsonaristas. Essa reação, mais um pito levado pessoalmente do presidente, fizeram Moro voltar atrás e rifar a nomeação. O ministro que tinha ‘carta branca’, assim, entendeu que não é livre nem mesmo para nomear uma suplente de um conselho que pouca influência tem.

Ao que Eliane Cantanhêde questiona:

“Pergunta que não quer calar: será que Moro começa a se arrepender de ter trocado a magistratura por essa confusão?” O que você acha?