RJ - ELEIÇÕES 2018/BOLSONARO/CEASA - CIDADES - O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, durante coletiva realizada na sede da Associação Comercial da Central de Abastecimento do Rio (Ceasa), em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro. Antes da entrevista, o candidato visitou o local. 28/08/2018 - Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Bolsonaro volta a dizer que negro é pesado em ‘arrobas’, como o gado; presidente usa expressão racista, mas tem votos entre pretos e pardos; como pode?

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou, nesta quinta-feira, 12, a usar uma expressão racista durante conversa com simpatizantes no cercadinho do Palácio da Alvorada. Rindo, o presidente perguntou quantas “arrobas” um apoiador negro, que estava presente no momento, pesava. “Conseguiram te levantar, pô? Tu pesa o quê, mais de sete arrobas, não é?”, disse Bolsonaro.

https://platform.twitter.com/embed/Tweet.html?dnt=false&embedId=twitter-widget-0&features=eyJ0ZndfZXhwZXJpbWVudHNfY29va2llX2V4cGlyYXRpb24iOnsiYnVja2V0IjoxMjA5NjAwLCJ2ZXJzaW9uIjpudWxsfSwidGZ3X3NlbnNpdGl2ZV9tZWRpYV9pbnRlcnN0aXRpYWxfMTM5NjMiOnsiYnVja2V0IjoiaW50ZXJzdGl0aWFsIiwidmVyc2lvbiI6bnVsbH0sInRmd190d2VldF9yZXN1bHRfbWlncmF0aW9uXzEzOTc5Ijp7ImJ1Y2tldCI6InR3ZWV0X3Jlc3VsdCIsInZlcnNpb24iOm51bGx9fQ%3D%3D&frame=false&hideCard=false&hideThread=false&id=1524845405103607827&lang=pt&origin=https%3A%2F%2Fwww.estadao.com.br%2Fpolitica%2Fbolsonaro-volta-a-usar-expressao-racista-e-diz-que-negro-e-pesado-em-arrobas%2F&sessionId=6e2b4ed77a6aad1a11c2ce1c8022900c49030c89&theme=light&widgetsVersion=c8fe9736dd6fb%3A1649830956492&width=550px

Logo depois, o presidente também lembrou que já foi processado pelo crime de racismo anteriormente por ter usado a mesma expressão, ironizando a sentença judicial. Em 2017, em palestra no Clube Hebraica, no Rio, Bolsonaro, então deputado, afirmou que esteve em uma comunidade quilombola e “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas”. Na ocasião, citando a visita, disse também: “Não fazem nada, eu acho que nem pra procriador servem mais”.