Bolsonaro remete prisão de Temer a política “feita no passado, que não deu certo”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou sobre a prisão de seu antecessor, Michel Temer, ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Santiago do Chile, nesta quinta-feira (21). 

“Cada um responde por seus atos, mas está claro que a política em nome da governabilidade, feita no passado, não deu certo, não estava correta”, disse Bolsonaro, informa a reportagem de Correio Braziliense. 

Bolsonaro está em Santiago para participar, amanhã, da Cúpula Presidencial de Integração Sul-Americana, com líderes de Argentina, Peru, Colômbia, Paraguai, Equador e o próprio Chile.