Bolsonaro gostou de Ibope em que perdeu popularidade: aposta que afastamento do Congresso e dias melhores da economia vão reverter perdas

BR: O presidente Jair Bolsonaro e seu staff político gostaram do resultado da pesquisa Ibope que, divulgada ontem, mostrou uma queda de 17 pontos percentuais na popularidade dele desde a posse. Para os bolsonaristas à volta do ‘capitão’, segundo o colunista político Tales Faria, do Uol, o resultado era esperado e tende a ser muito melhor no futuro, à medida em que o governo avançar.

A aposta é a de que, de um lado, Bolsonaro ainda mantém sua base de votos e, à medida em que se mantiver distante do que chama de ‘velha política’, tende a se recuperar. Além disso, a perspectiva de aprovação da reforma da Previdência também deverá provocar uma onda de positividade na economia, que pode reagir a partir do segundo semestre.

Bolsonaro, que já anunciou sua intenção de concorrer à reeleição, sabe que faz uma corrida de longa distância, na qual o objetivo é chegar forte em 2022. Até lá, tem muito chão pela frente para que ele se preocupe com retratos do momento sobre sua popularidade.

Dá para recuperar com folgas, acredita-se no entorno do presidente. Questão de tempo – e circunstâncias favoráveis.