Bolsonaro explica porque virou casaca de estatista para privatista: “Estreitei minha convivência com o Guedes”

BR: Às vésperas de anunciar formalmente um plano de privatizações que vai incluir empresas como os Correios e muitas fatias da Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro se justificou aos jornalistas, nesta quinta-feira 23, durante café da manhã no Palácio do Planalto.

Ele admitiu que, no passado, era contra privatizações de empresas estatais, mas agora, à exceção do Banco do Brasil e da Caixa, ao menos por enquanto, topa levar tudo a martelo:

“Eu tinha uma ideia mais estatizante no passado, mas andei mudando depois de estreitas minha convivência com Guedes”.

Simples, singelo assim!