(Brasília - DF, 26/01/2019) Presidente da República Jair Bolsonaro conversa por telefone com o Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu. Foto: Isac Nóbrega/PR

Bolsonaro entra no meio da briga do STF contra detratores e dá pitaco: “Liberdade de expressão”

O presidente Jair Bolsonaro disse em seu perfil no Twitter, na tarde desta terça-feira (16), que “sempre será favorável à liberdade de expressão”. Ele também garantiu que acredita nas instituições e na Constituição.

“Acredito no Brasil e em suas instituições e respeito a autonomia dos poderes, como escrito em nossa Constituição. São princípios indispensáveis para uma democracia”, disse Jair Bolsonaro
. O presidente então se posicionou: “Dito isso, minha posição sempre será favorável à liberdade de expressão, direito legítimo e inviolável.”

Apesar de não ter mencionado explicitamente a situação, a declaração de Bolsonaro acontece enquanto ações do Supremo Tribunal Federal ( STF) vem sendo criticadas por suposta censura.

Na segunda-feira (15), o ministro do STF Alexandre de Moraes
ordenou que a revista Crusoé e o site O Antagonista retirassem do ar uma matéria sobre um esquema de propina da Oderbrecht na qual o presidente do Supremo, Dias Toffoli, é citado como um dos envolvidos.

Já na manhã de hoje, Moraes autorizou ações de busca e apreensão relacionados ao inquérito que investiga suspeitas de injúria e difamação contra ministros do STF. Entre os investigados está o general da reserva Paulo Chagas
, que foi candidato ao governo do Distrito Federal pelo PSL.