Bolsonaro e Michelle dão selinho em meio a especulação sobre traição de ex sobre presidente; Maia disse que ele é gay

Durante a convenção bolsonarista, neste sábado (04), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou as acusações do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou que o chefe do Executivo federal, é gay.

“Essa semana mesmo foi um festival de acusações. O Rodrigo Maia me acusou de ser gay”, disse Bolsonaro. “Se bem que, eu não considero nenhum crime ser gay”, afirmou.

De acordo com Bolsonaro, ele poderia, caso fosse gay, processar Maia por homofobia. “Já reparou? Depois que ele foi trabalhar com o Doria, ele começou a se interessar pela pauta LGBT. Esse gordinho nunca me enganou”, comentou.

Leia também

1- Roberto Jefferson é autorizado a se tratar em hospital com tornozeleira eletrônica

2- PMs compraram quase 25 mil armas no 1º semestre de 2021; número é 116% maior que ano anterior

3- Bolsonarista Juliana Paes diz que discussão política deve ser evitada na paquera e é ironizada por internautas

Beijo

Após os comentários, para provar que é “machão”, o presidente chama a primeira dama Michelle Bolsonaro para um abraço. O público grita: “Beija, beija, beija” e o mandatário volta a chamar Michelle e os dois se beijam.

Confira abaixo:https://platform.twitter.com/embed/Tweet.html?dnt=true&embedId=twitter-widget-0&features=eyJ0ZndfZXhwZXJpbWVudHNfY29va2llX2V4cGlyYXRpb24iOnsiYnVja2V0IjoxMjA5NjAwLCJ2ZXJzaW9uIjpudWxsfSwidGZ3X2hvcml6b25fdHdlZXRfZW1iZWRfOTU1NSI6eyJidWNrZXQiOiJodGUiLCJ2ZXJzaW9uIjpudWxsfSwidGZ3X3NwYWNlX2NhcmQiOnsiYnVja2V0Ijoib2ZmIiwidmVyc2lvbiI6bnVsbH19&frame=false&hideCard=false&hideThread=false&id=1434257460655759364&lang=pt&origin=https%3A%2F%2Fwww.diariodocentrodomundo.com.br%2Fessencial%2Fbolsonaro-maia-beija-michelle%2F&sessionId=0d32cc83549cd15e9a689c1db54eaaeba436881d&theme=light&widgetsVersion=1890d59c%3A1627936082797&width=550px