*** FOTO DE ARQUIVO *** BRASÍLIA, DF, 15.01.2020 - O Presidente Jair Bolsonaro durante entrevista na entrada do Palácio da Alvorada, em Brasília. (Foto: André Coelho/Folhapress)

Bolsonaro diz que “povo quer” voto impresso; Maia vê abandono do sistema seguro do voto eletrônico

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou hoje a dizer que está “conversando com lideranças do Parlamento” sobre a possibilidade de implementar o voto impresso nas próximas eleições. Com o argumento de que o sistema eletrônico seria suscetível a fraudes, mas sem apresentar provas disso, o governante tem defendido a necessidade da comprovação em papel. Na visão dele, “o povo quer” a mudança. “Já estou conversando com lideranças no Parlamento. Quem decide o voto impresso somos nós, o Executivo, e o Parlamento. Ponto final. E, acima de nós, o povo, que quer o voto impresso presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na saída do Palácio da Alvorada.

No dia do segundo turno das eleições municipais, em 29 de novembro, Bolsonaro já havia sinalizado que faria da defesa do voto impresso uma bandeira do governo. Até então, o tema era abordado de maneira aleatória pelo presidente, sem indícios de que se tornaria uma demanda concreta. A urna eletrônica passou a ser usada no Brasil em 1996. Desde então, Bolsonaro foi eleito por esse método seis vezes: como deputado federal, em 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014, e como presidente, em 2018.