Bolsonaro assina MP com verba de R$ 20 bilhões para compra de vacina; depois de negar importância, presidente tenta tomar frente em imunização

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira medida provisória que abre crédito extraordinário de 20 bilhões de reais para a vacinação contra a covid-19 no Brasil, inclusive para a compra de imunizantes.

A MP, anunciada pelo governo na semana passada, foi assinada durante a cerimônia de posse de Gilson Machado como novo ministro do Turismo.

Os recursos devem ser usados para comprar imunizantes para além do contrato já feito com a AstraZeneca, na parceria com a Fundação Osvaldo Cruz. Entre eles, os medicamentos da Pfizer, com quem o governo negocia a aquisição de 70 milhões de doses.