Bolsonaro aconselhado a esperar definição das prévias do PSDB para formar sua chapa; Aécio Neves se insinua

Auxiliares do Palácio do Planalto querem que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) espere as prévias do PSDB para definir o palanque em São Paulo. Segundo relatos, esse foi um dos motivos para o chefe do Executivo ter posto em dúvida sua entrada ao PL.

Uma ala de seus auxiliares mais próximos defende que o candidato do presidente em São Paulo possa ser o atual vice-governador, Rodrigo Garcia (PSDB). Com informações da Folha.PUBLICIDADE

A condição, contudo, é que ele esteja fora do partido e distante de João Doria (PSDB), de quem é aliado. Auxiliares de Bolsonaro e integrantes do partido de Valdemar já buscaram fazer uma ponte com Garcia.

Leia também:

1- Mãe de Marília Mendonça diz que neto ainda não sabe da morte da cantora: “Foi trabalhar”

2- Tio de Marília Mendonça mandou mensagem para a mãe da cantora no avião: “Quase pousando”

3- Gilmar Mendes explica o motivo de presidente ter se unido ao Centrão

Qual é a estratégia para Bolsonaro?

No próximo dia 21, os tucanos vão decidir entre os governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS) para ser o candidato do partido ao Planalto. Os dois são adversários políticos e críticos de Bolsonaro.PUBLICIDADE

Uma das possibilidades em jogo seria uma eventual migração de Rodrigo Garcia para o PL, caso Doria não consiga se viabilizar para a disputa do Planalto e queira concorrer à reeleição em 2022. Dessa forma, o vice-governador poderia ser o candidato de Bolsonaro no maior colégio eleitoral do país.https://65f4fe9386e5dd3e917cb556b51ef3e4.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Na avaliação de interlocutores do presidente, sua reeleição dependerá muito de São Paulo. Eles dizem acreditar que ele precisará garantir a região Sul-Sudeste, diante da forte popularidade do ex-presidente Lula no Norte e no Nordeste.