BNDES quer acesso à delação de Palocci; pedido formal à PGR será votado amanhã

BR: A CPI do BNDES quer saber, em detalhes, o que o ex-ministro Antônio Palocci tem contando à Polícia Federal e ao Ministério Público em sua delação premiada. Pedido neste sentido, a ser feito à Procuradoria Geral da República, está na pauta para ser votado amanhã.

Palocci participou diretamente de empréstimo bilionários do banco para países estrangeiros, como Cuba e Venezuela, que resultaram em calote à instituição, e os crédito igualmente bilionários a grupos como Odebrecht e JBS.

Como era previsto, a CPI veio para incomodar.