BC define que 80% de nova linha de crédito de R$ 120 bilhões deve ir para micro, pequenas e médias empresas; recursos para a base da economia

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu na noite desta segunda-feira (20) que ao menos 80% dos recursos do Programa de Capital de Giro para Preservação de Empresas (CGPE) serão direcionados a pequenas empresas.

A linha de crédito emergencial foi criada na semana passada por meio de medida provisória (MP) e é um dos mecanismos anunciados para combater os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com informações do Banco Central divulgadas nesta terça-feira (21), os recursos terão como principal foco empresas com receita bruta anual de até R$ 100 milhões.

“Com potencial de R$ 120 bilhões, espera-se que a nova linha de crédito alcance micro, pequenos e médios empresários, garantindo-se que esses agentes tenham recursos para fazer frente às suas obrigações de curto prazo, com condições mais favoráveis do que hoje encontram em mercado”, informou a instituição.