Ataques de chanceler à China irritam agronegócio, que pede reunião para enquadrá-lo

BR: Exportadores do setor de alimentos querem enquadrar o chanceler Ernesto Araújo. Um grupo de empresários do agronegócio pediu a representantes da Frente Parlamentar da Agricultura a convocação de uma reunião com o chefe do Itamaraty para que ele se explique sobre as críticas frequentes às parcerias comerciais do Brasil com a China, países europeus e nações latino-americanas. Em especial, sobre os ataques desfechados na última segunda-feira, em aula magna a alunos do Instituto Rio Branco. Há forte preocupação entre exportadores de que a visão negativa do Itamaraty sobre os parceiros comerciais do Brasil resultem em cancelamentos de encomendas e perdas de vendas.