Após refugarem de atos pró-Bolsonaro, Janaína e Kataguiri perdem fãs nas redes sociais: crítica à radicalização não dá ‘likes’

BR: As contas são da jornalista Ana Clara Costa, do jornal O Globo. Depois de assumirem posição contrária às manifestações pró-Bolsonaro e contra o Congresso e o STF, marcadas para o domingo 26, a deputada estadual Janaína Paschoal e o deputado federal Kim Kataguiri passaram a perder seguidores na rede social que consideram a mais importante, o Twitter.

Estrela do impeachment e campeã de audiência nas redes sociais, Janaína perdeu somente nesta quinta-feira 23 nada menos que 500 seguidores. Para se ter um comparativo do tamanho do desastre, no ano passado ela ganhou cerca de 1.000 seguidores, em média, a cada dia.

Kataguiri perdeu ainda mais. Foram 9 mil abandonos em sua conta no Twitter nos últimos três dias, quando anunciou que não irá e nem recomenda presença nas manifestações de domingo.

O Movimento  Brasil Livre, que sustentou a candidatura de Kataguiri, viu 30 mil seguidores ficarem pelo caminho desde a última segunda-feira, quando anunciou oficialmente que não irá participar das marchas.

Serão os robozinhos do clã Bolsonaro dando no pé ou gente de verdade que vai se decepcionando com qualquer gesto de moderação dos parlamentares eleitos na histeria dos gritos contra tudo e todos – à exceção, como se vê, de Bolsonaro?

A ver, nos próximos momentos, se Janaína, Kataguiri e outros não voltarão a radicalizar seus discursos com medo de perder mais seguidores e ‘likes’.