Após grosserias, Bolsonaro estende tapete vermelho a Fernández: “Se quiser visitar, será motivo de satisfação”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem que está “à disposição” caso o novo presidente da Argentina, Alberto Fernández, queira visitar o Brasil. “Eu estou à disposição, se ele quiser nos visitar. Estou à disposição. Está convidado. Se quiser visitar, será motivo de satisfação”, disse Bolsonaro, ao chegar no Palácio da Alvorada no início da noite. O presidente afirmou que Fernández deu uma sinalização “excelente” e que dá indicativos que está mudando em algumas posições, como sobre o acordo entre Mercosul e União Europeia. “O maior comércio (do Brasil) aqui da América do Sul é com a Argentina, interessa para nós dois continuar esse comércio. No passado, ele falou em rever o acordo entre Mercosul e União Europeia, agora já fala de forma diferente. As pessoas mudam. Espero que ele mude, como tem dado notícia que vem mudando”, disse Bolsonaro, acrescentando: “A sinalização foi excelente. Eu não sou radical, como vocês acham que eu sou.”