Apontado como ‘centro do centrão’, Nascimento nega existência do bloco: “Deixou de existir completamente”

BR: Definido pela revista Veja como o ‘centro do centrão’, ao lado dos colegas Arthur Lira e Aguinaldo Ribeiro, ambos do PP, o líder do DEM na Câmara, deputado Elmar Nascimento, nega peremptoriamente a existência do bloco informal de partidos que têm votado unidos contra diferentes iniciativas do presidente Jair Bolsonaro.

Ao historiar o nascimento, desenvolvimento e, segundo ele, morte do centrão, Nascimento disse que, após a gestão de Eduardo Cunha, “o centrão deixou de existir completamente” com a eleição de Rodrigo Maia, seu colega no DEM, ao cargo de presidente da Casa.

A estratégia de Nascimento de negar a existência do centrão visa evitar ruídos na relação do DEM, que tem três ministérios, com Bolsonaro.

Mas em relação à existência do centrão, como se diz em política, ‘besouro não voa, mas voa’.