Apagão à vista em novembro; ONS projeta “esgotamento de praticamente todos os recursos” no final de 2021; crise hídrica se agrava

Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) emitiu nota técnica na quinta-feira (23) prevendo dificuldades para atender a demanda de energia do país em novembro.

Essa dificuldade viria do “esgotamento de praticamente todos os recursos [de potência de energia] no mês de novembro”. Ou seja, o operador vê o risco de faltar potência de energia a partir desse mês, fim do período seco e início do período chuvoso.

Grande parte das represas no país passa por um período de baixos níveis de água, em consequência das poucas chuvas.

“Com relação ao atendimento aos requisitos de potência, observam-se sobras bastante reduzidas no mês de outubro, com o esgotamento de praticamente todos os recursos no mês de novembro”, concluiu o ONS.

A oferta de potência é importante para garantir o fornecimento contínuo de energia ao país. O sistema elétrico nacional opera com as chamadas “sobras de energia”, que são acionadas quando há momentos de alta de demanda.

Crise hídrica: Usina de Itaipu tem menor geração de energia em 27 anos
https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.472.0_pt_br.html#goog_113537070500:00/01:34

Crise hídrica: Usina de Itaipu tem menor geração de energia em 27 anos

Uma situação de déficit de potência levaria o país a ter dificuldades para atender a demanda por energia em momentos de alta do consumo, como no horário de pico, o que poderia levar a situações pontuais de blecaute.