Aos 19 anos, Gabriel Araújo conquista o ouro no 200m livre s2; nadador paralímpico já tinha prata nos 100m costas s2

Gabriel Araújo está tendo uma estreia excelente em Paralimpíadas. Após conquistar uma prata nos 100m costas da classe s2 (atletas que não conseguem usar os membros superiores ou inferiores), o nadador de apenas 19 anos levou seu primeiro ouro ao triunfar na prova dos 200m livre da mesma classe.

O brasileiro teve uma largada muito forte e disparou na frente dos outros competidores. Contudo, ao perder tempo nas primeiras viradas, estava atrás do chileno Alberto Abarza na metade da prova. Gabriel conseguiu se recuperar e abriu grande vantagem para os demais na terceira parte.

Na última piscina, Gabriel inverteu e passou a nadar de frente, em vez de costas como todos faziam até então – lembrando que as disputas de nado livre permitem qualquer estilo – e fechou a prova mantendo a larga vantagem que tinha até então. O tempo final ficou em 4:06.52s, garantindo o segundo ouro do Brasil nas piscinas neste domingo.

Galeria: Sem medalhas e com eliminações: veja o que você perdeu na noite e madrugada do Brasil na Olimpíada (LANCE!)

A delegação brasileira sofreu duras eliminações e resultados ruins nas últimas 24 horas. Sem medalhas, os principais resultados negativos vieram no vôlei de praia, com Evandro e Bruno Schmidt; no handebol feminino, com a queda diante da França; no tênis de mesa masculino por equipes; e na argola, com Arthur Zanetti. Esperança de medalha para o Brasil, Isaquias estreou com classificação às semis ao lado de Jacky Goodman. Veja o resumo da noite e madrugada:

A prata ficou com mais um sul-americano, o chileno Alberto Abarza que fez o tempo de 4:14.17s. O bronze foi do russo Vladmir Danilenko, que anotou a marca 4:15.95s. Outro brasileiro na prova, Bruno Becker, ficou na quarta colocação