Ao vivo: STF julga caso que pode causar reviravolta na Lava-Jato; assista

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta quarta-feira se réus delatores devem se manifestar em ações penais antes dos réus delatados. No mês passado, a Segunda Turma do tribunal entendeu que sim – e, por isso, anulou a condenação imposta ao ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine.  Apesar de ter sido delatado, o então juiz Sergio Moro, que conduzia a Lava-Jato em Curitiba, abriu prazo conjunto para alegações finais das defesas de todos os réus. Esse detalhe processual gerou a nulidade da sentença.