A sutileza de Mourão: “Se o presidente quisesse Carlos no Planalto, teria nomeado ele lá”

BR: Voz principal do núcleo militar do governo, o vice-presidente Hamilton Mourão passou um recado com a sutileza da caserna quando a repórter Andrea Sadi, da Rede Globo, perguntou a ele se a presença de Carlos Bolsonaro em despachos oficiais do presidente Jair Bolsonaro, dentro do Palácio do Planalto, gera incômodo entre ministros.

A situação de desconforto entre a equipe de primeiro escalão do governo já foi relatada, em ‘off’, por algumas autoridades. “Como é que você vai discordar do filho do presidente se ele fizer alguma objeção ao que nós estamos levando até ele?”, perguntou uma dessas fontes, citada pela revista Veja desta semana.

Mourão saiu-se com a seguinte resposta:

“Se o presidente quisesse Carlos no Planalto, teria nomeado ele lá.