A chefes de igrejas, Bolsonaro volta a desenhar do coronavírus; “Não é isso tudo”; com o Brasil sem EPIs, presidente também nega crise na saúde: “Desconheço que qualquer hospital esteja lotado”

Em conversa com pastores na tarde desta quinta-feira na porta do Palácio da Alvorada, transmitida ao vivo pelo Facebook, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento adotadas por governadores e a minimizar o impacto do novo coronavírus no país. Ele afirmou desconhecer “qualquer hospital que esteja lotado” e disse que o coronavírus “não é isso tudo”.

— Eu desconheço qualquer hospital que esteja lotado. Muito pelo contrário. Um hospital no Rio de Janeiro, um tal de Gazolla, que tem 200 leitos, só tem 12 ocupados. Não é isso tudo que estão pintando. Até porque no Brasil a temperatura é diferente. Tem muita coisa diferente — declarou Bolsonaro, que saiu mais cedo do que o de costume do Palácio do Planalto, por volta das 15h30.