67.860 casos em 24 horas; pandemia em descontrole; antipolítica de Bolsonaro para a saúde faz Brasil quebrar recorde de infecções

Brasil registrou nesta quarta-feira novo recorde de novos casos confirmados de coronavírus em 24 horas, com mais 67.860 infecções, totalizando 2.227.514 casos de covid-19, informou o Ministério da Saúde.

O recorde anterior de casos registrados em um único dia era de 19 de junho, quando o ministério informou 54.771 casos. Naquele dia, o ministério justificou a alta informando que havia ocorrido a inclusão no sistema de muitos casos acumulados de dias anteriores.

Os mais de 67 mil casos registrados nesta quarta-feira representam uma forte aceleração em relação ao patamar de cerca de 40 mil casos que o país vinha registrando ao longo das últimas semanas nos dias úteis — com exceção das segundas-feiras, quando há um número menor devido a uma redução no volume de testes nos finais de semana.

O ministério também informou que foram registradas mais 1.284 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos no país em consequência da Covid-19 para 82.771.

O consórcio de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL levantou, junto às secretarias estaduais de Saúde, 1.293 mortes e 65.339 casos nas últimas 24 horas. Ao todo, os veículos de imprensa registraram 82.890 mortes e 2.231.871 de contaminações pelo novo coronavírus.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de infecções e óbitos por Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos.