2ª onda na Europa; Macron testa positivo para Covid-19 e entra em isolamento; 1° ministro também terá quarentena

O presidente francês, Emmanuel Macron, testou positivo para Covid-19, informou a Presidência francesa nesta quinta-feira, mas ainda não estava claro de imediato onde ele contraiu o vírus.© Reuters/GONZALO FUENTES Presidente francês, Emmanuel Macron

“O presidente da República foi diagnosticado positivo para Covid-19 hoje”, disse o gabinete presidencial em comunicado. “Este diagnóstico foi feito após um teste de PCR realizado no início dos primeiros sintomas.”

A Presidência disse que Macron iria se isolar pelos próximos sete dias e continuaria a governar o país remotamente. Uma porta-voz disse que todas as viagens do presidente foram canceladas, incluindo uma visita ao Líbano em 22 de dezembro.

O gabinete acrescentou que está tentando avaliar onde Macron pode ter contraído o vírus.

O presidente participou de uma reunião de chefes de Estado do Conselho Europeu em 10 e 11 de dezembro.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, também vai se isolar depois de entrar em contato com Macron nos últimos dias, disse Gerard Larcher, chefe do Senado francês.