Crise na Argentina atinge Brasil: Volks para a produção por três semanas, em junho, por queda nas vendas aos ‘hermanos’

A Volkswagen vai suspender toda a produção da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) por três semanas a partir de 24 de junho.
A decisão se deve em grande parte e redução das exportações para a Argentina. 

A crise no país vizinho representou, no mercado total de automóveis, uma queda de 54% em valores no primeiro trimestre. Segundo dados da Associação do Comércio Exterior do Brasil, no primeiro trimestre a exportação do Brasil para a Argentina caiu para US$ 543 milhões ante US$ 1,18 bilhão em igual período de 2018. Em caminhões, a queda foi de US$ 393 milhões para US$ 77 milhões.


A Volkswagen é a maior exportadora de veículos do País e a Argentina é o principal destino do setor. Essa queda retirou os automóveis da lista dos dez produtos mais exportados pelo Brasil. A lista é composta agora só por commodities e plataforma de petróleo. Esse quadro reforça a necessidade de adotar medidas urgentes para melhorar a competitividade do produto nacional.

Segundo dados da Anfavea, o setor produz hoje 60% de sua capacidade. As exportações apresentaram déficit por sete anos seguidos. A forte queda em 2018 reforça a previsão de nova redução para este ano. pr