Vale escolhe Eduardo Bartolomeo, de larga experiência em grandes companhias, como novo presidente

BR: Em fato relevante publicado na noite de ontem, a Vale informou que o executivo Eduardo de Salles Bartolomeo assume o cargo de presidente interino da mineradora, em substituição a Fabio Schvartsman, afastado temporariamente de suas funções. Salles assume o posto no momento em que a companhia ainda não resolveu as questões de indenizações em torno do acidente de Brumadinho e, ao mesmo tempo, perdeu o grau de investimento que possuía junto à agência de classificação de risco Moody’s. Salles tem grande experiência em posições de mando de grande companhias.

Abaixo, notícia do jornal O Globo a respeito:

O sucessor de Fabio Schvartsman no comando da Vale – após ele ter se afastado temporariamente no sábado – é um executivo com passagem de uma década pela mineradora e que chegou a ser cotado para a presidência da companhia em 2017 . Como presidente interino, caberá a Eduardo de Salles Bartolomeo restabelecer a normalidade nas operações da maior produtora de minério de ferro no mundo e recuperar a confiança dos investidores, depois que o estouro de uma barragem em Brumadinho (MG) ter deixado pelo menos 186 mortos há um mês (122 pessoas ainda estão desaparecidas).

Bartolomeo se fez como executivo em dois gigantes do capitalismo brasileiro: a Ambev, onde ficou entre 1994 e 2004 e chegou a diretor de operações, e a própria Vale. Na mineradora, foram duas passagens. Na primeira, entre 2004 e 2012, atuou como diretor do Departamento de Operações Logísticas e como diretor executivo. A segunda passagem começou em janeiro de 2018, quando assumiu a diretoria executiva de Metais Básicos. Bartolomeo estava morando no Canadá, onde, em meados do ano passado, coordenou investimento de US$ 1,7 bilhão em mina de níquel, metal que passa por boom nos mercados internacionais por conta da demanda crescente por baterias de carros elétricos.      

De acordo com fato relevante divulgado pela Vale na noite de sábado, Bartolomeo será substituído por Mark Travers, que hoje dirige as áreas jurídicas, de relações institucionais e de sustentabilidade de metais básicos na mineradora. Antes de voltar à Vale, o Bartolomeo foi diretor-presidente (de 2013 a 2015) do Brazilian Hospitality Group (BHG), empresa do setor de hotelaria, e diretor-presidente da Nova Transportadora do Sudeste (NTS), rede de gasodutos vendida pela Petrobras a consórcio liderado pela Brookfield, da qual era consultor. Desde 2016, ele também preside o Conselho de Administração da firma de logística Log-In.