BR: As complicações para a PEC da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados só aumentam. Em meio ao movimento para se apreciar e votar o Orçamento Impositivo antes da PEC, quer era considerada prioridade absoluta na comissão, um levantamento entre deputados de partidos favoráveis à reforma mostrou números preocupantes.

Segundo o jornal Valor Econômico, apenas 15 deputados de partidos aliados ao governo Bolsonaro concordam plenamente com os termos do projeto de emenda constitucional em debate. Outros 33 parlamentares da base, porém, estão apenas parcialmente favoráveis, indecisos ou francamente contrários.

Se perder a Previdência na CCJ, Bolsonaro vai saber na prática o que é ingovernabilidade.