Com US$ 2,2 bi, bolsonarista Luciano Hang, dono da Havan, se torna o 21º mais rico do Brasil

O empresário catarinense Luciano Hang, dono das lojas Havan, é o novo nome brasileiro na lista dos bilionários da revista Forbes.

Ele ficou na 1.057ª posição mundial, com uma fortuna estimada em US$ 2,2 bilhões (R$ 8,3 bilhões). No raking nacional, ele é o 21º mais rico, empatado com José Luis Cutrale, da sucos Cutrale; José Moll Filho, da Rede D’Or São Luiz; e Ermírio Pereira de Moraes, do Grupo Votorantim.

O empresário ganhou notariedade nacional durante as eleições, em função de ações pró-Jair Bolsonaro realizadas dentro de suas lojas. O Ministério Público do Trabalho chegou a abrir investigação para apurar se ele coagiu funcionários a votar no então candidato.