Mastercard suspende campanha com Neymar “até que o assunto seja resolvido”; vídeo de modelo não contém prova contra jogador

Campanha da Mastercard veiculada durante Copa América, com Neymar como principal embaixador da marca, será suspensa até que a acusação de estupro contra o jogador seja investigada. A informação foi divulgada pelo portal UOL. É o primeiro patrocinador que desiste de parceria com Neymar após o caso se tornar público, no último sábado, 31 de maio.

Ao portal de notícias, a empresa enviou uma nota explicando que existem diversas peças publicitárias planejadas para irem ao ar durante o campeonato atual. No entanto, as que envolvem o jogador não serão veiculadas até que o assunto seja resolvido judicialmente.

Na noite de quarta-feira, 6, durante um amistoso entre Brasil e o Catar, Neymar sofreu uma contusão e foi desconvocado da Copa América.

Acusação de estupro

No sábado, 31, a modelo Najila Trindade registrou um boletim de ocorrência acusando Neymar de estupro. Os dois se encontraram em um hotel de Paris, na França, e, de acordo com a mulher, o jogador teria ficado agressivo e forçado relações sexuais. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo.

Diante da situação, a companhia de pagamentos decidiu suspender temporariamente parte da campanha que veicularia para a Copa América. “Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido”, afirmou a empresa, por meio de um comunicado encaminhado para a imprensa.