Bolsonaro diz nada ter a ver com o desemprego: “Quem cria emprego é a iniciativa privada”; assista

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sustentou no Japão, onde está para a reunião do G20, que o ele não é o culpado pela baixa criação de empregos no mês de maio.

“Quem cria emprego é a iniciativa privada, […] não sou eu. Nosso trabalho é não atrapalhar quem quer produzir”, disse o presidente.

O chefe do Executivo referiu-se aos dados divulgados pelo Ministério da Economia, que apontaram que o país abriu  apenas 32.140 vagas de trabalho com carteira assinada em maio. Foi o pior resultado para o mês desde 2016, quando foram fechadas 72.615 vagas formais de emprego.

Bolsonaro deu a declaração na tradicional live que realiza toda quinta-feira. Diretamente de Osaka, no Japão, para reunião do G20, foi acompanhado na transmissão pelo ministro Augusto Heleno (GSI) e pelo secretário-geral do Itamaraty, Otávio Brandelli.

O general da reserva, inclusive, criticou parte da imprensa, que segundo ele, “distorceu de maneira bastante covarde” seu comentário. O general disse que países como a Alemanha e a França, que criticam a política ambiental brasileira, deveriam “procurar suas turmas” e não incomodar o Brasil.

Íntegra da live:

Foi cancelada a reunião prevista para ocorrer, durante o G20, que começa hoje, entre o presidente francês, Emanuel Macron, e Bolsonaro. Macro disse que, se o Brasil sair do acordo do clima, ele não assinará o tratado comercial entre União Europeia e Mercosul.