‘Nem-nem maduro’: quando o homem de 50 a 64 anos nem trabalha nem se aposenta; faixa cresce no Brasil

BR: Acaba de ser publicada pesquisa do Ipea (leia íntegra no link abaixo) que mostra o crescimento da categoria social chama de ‘nem-nem maduro’, composta de forma mais expressiva por homens, na faixa etária de 50 a 64 anos, que não trabalham e nem estão aposentados. Esse contingente dobrou nas duas últimas décadas, chegando a 7,3 milhões de brasileiros em 2017. Em comum, têm a baixa escolaridade, que dificulta o acesso ao emprego formal.

De acordo com a autora do estudo, a pesquisadora do Ipea Ana Amélia Camarano, essa condição vem crescendo de forma mais expressiva entre os homens, embora eles sejam minoria no grupo. São 1,7 milhão de homens entre os “nem-nem” maduros, alta de 282% desde 1999. Já o crescimento entre as mulheres é menos acelerado, com uma taxa de 75% na mesma comparação. Em 2017, elas eram 5,6 milhões “nem-nem” maduras.

Acompanhe o estudo completo:

http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/8384/1/bmt_64_homens.pdf