‘Efeito ódio’ das redes sociais atinge Bebbiano: “Devolverei em triplo”

BR: Um dia após a percepção de que crescia nas redes sociais a divulgação de memes, vídeos e áudios que mostravam o ainda secretário-geral da Presidência da República, Gustavo Bebbiano, como “traidor” e “gente poderosa”, ele comunicou à mídia ter recebido ameaças. O ministro teve seu telefone divulgado em posts ofensivos a ele. As ameaças foram feitas por meios como o WhatsApp. Bebbiano não especificou o tipo de ameaças que sofreu, mas prometeu identificar e processar todos os seus agressores.

“Sou paciente, chato e obstinado. Tenho muitos amigos também. Dará um certo trabalho, mas devolverei em triplo as ameaças e ofensas (dentro da lei)”, disse ele. Questionado sobre a natureza das ameaças, o ministro disse que não comentaria mais nada. Bebbiano está na iminência de ser exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro, que chegou esta manhã ao Palácio do Planalto para, ao que se comenta em Brasília, formalizar a decisão.