Câmbio: entre 47 moedas, real foi a 2ª que mais perdeu para o dólar em março

O real foi a moeda com o segundo pior desempenho frente ao dólar americano em março, dentre as 47 moedas negociadas globalmente no mercado à vista (spot) internacional. O dólar subiu 4,84% ante a moeda brasileira em março.
Esse percentual de valorização da moeda americana ante a brasileira ficou acima do verificado na comparação com as demais moedas de países da América Latina, com exceção da Argentina, que passa por uma forte recessão desde o início do ano passado e onde o dólar americano subiu 10,62% ante o peso.
O mercado atribui esse resultado às incertezas em torno do andamento da reforma da Previdência no Congresso. A maior alta em março ocorreu na quarta-feira, quando o dólar atingiu R$ 3,99. Resultado comparado apenas ao período anterior a eleição presidencial do ano passado.
O avanço quase generalizado do dólar em março está ligado ao aumento da percepção de que a recuperação da economia global perdeu ritmo. O problema de crescimento é algo que atinge os Estados Unidos, mas também outros países.