Santander desdenha de linha de crédito de meio bilhão anunciada pelo governo: “Não dá para esta tarde”

BR: Um alto executivo do banco Santander se divertiu publicamente com o anúncio do governo Bolsonaro de uma nova linha de crédito de R$ 536 milhões, aberta no BNDES, com juros subsidiados, para o programa Moderfrota. O volume de recursos foi anunciado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, na abertura da Agrishow, em Ribeirão Preto:

“Na minha opinião, R$ 500 milhões não dão para esta tarde”, ironizou o diretor de agronegócios do Santander, Carlos Aguiar.

Na dúvida, não convide o executivo e a ministra para o mesmo empréstimo.

O Santander tem 6% de market share de participação no setor de empréstimos rurais, liderado pelo Banco do Brasil, com 61% de participação.