BR: A empresa área Azul, do brasileiro-americani David Neeleman, anunciou nesta segunda-feira 11 a compra, por US$ 105 milhões, de 30 aviões Airbus 320 e 70 pares de slots (autorizações para pousos e decolagens em aeroportos) da Avianca Brasil. O negócio foi feito por  meio de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI), de acordo com a Lei de Falências e Recuperação Judicial, informa um comunicado enviado ao mercado nesta segunda-feira (11).

O negócio envolve 75% das aeronaves da Avianca. A empresa tinha 47 aviões. Por causa da crise que a empresa vem passando, e que culminou em pedido de recuperação judicial, 7 deles já tinham sido devolvidos.

Cinco dos aviões devolvidos pela Avianca até agora são do modelo Airbus A320neo. Três deles já estão pintados com a logomarca da Azul, que até o final de 2018 possuía 20 modelos do tipo. “Destacamos que o acordo é não-vinculante e que o processo de aquisição da UPI está sujeito à uma série de condições como a conclusão de um processo de diligência, a aprovação de órgãos reguladores e credores, assim como a conclusão do processo de Recuperação Judicial. A expectativa é que esse processo dure até três meses”, conclui o documento. E